Leilão da Receita Federal: Saiba como comprar quase tudo mais barato

O leilão da Receita Federal ainda é um evento desconhecido pela grande maioria das pessoas.

Como já mencionado no título, é possível comprar quase tudo. Em outras palavras, só não é possível comprar os produtos que não foram apreendidos, porque todos os demais que foram, vão a leilão.

Um exemplo disso são os eletrônicos com lances iniciais absurdamente baratos, como por exemplo Iphone 6 Pus por R$ 600, sendo que na data atual deste artigo este bem está sendo vendido por mais de R$1400.

Mas quando falamos de “eletrônicos”, entenda que pode ser: celular, smart tv, mouse, teclado, smart watch, microfone e muito mais. Na verdade a Receita Federal realiza leilão de bebidas, caminhão, ônibus, celular e muito mais. Achou um pouco aleatório os exemplos? Não se espante, porque é exatamente o que pode acontecer nos leilões organizados por esta instituição.

De onde vem os produtos do leilão da Receita Federal?

Essa á a dúvida que todas as pessoas tem quando ficam sabendo da existência do leilão da Receita Federal. Então podemos adiantar que os bens leiloados são os que foram apreendidos.

Pode ser que os produtos foram apreendidos no aeroporto, por exemplo, onde um passageiro não quis pagar o imposto pelo excesso da cota máxima ou até mesmo aqueles produtos que chegam no Brasil através da importação candestina.

ANÚNCIO

Há também os transportadores que tentam cruzar a fronteira do Brasil com o Paraguai e acabam tendo toda a carga apreendida e até mesmo os veículos, seja moto, carro ou caminhão. Tudo vai a leilão!

Como funciona esses leilões?

Pode participar pessoas físicas ou jurídicas, mas é preciso consultar diretamente no site oficial da Receita Federal qual a natureza da pessoa que poderá efetuar lances para um determinado bem.

É preciso ter um certificado digital, que é um documento eletrônico que tem como função representar uma pessoa ou empresa no meio digital. Para ter o certificado é preciso fazer a solicitação junto a uma autoridade certificadora.

Com o certificado digital emitido, o interessado (a) em participar do leilão da Receita Federal poderá acessar o sistema e-Cac, que é a plataforma onde os lances podem ser feitos com segurança.

Na primeira fase do leilão os participantes vão realizar os seus lances. Logo em seguida existe a abertura da sessão para lances. Neste momento só participam do evento aqueles que efetuaram um lance de até 10% menor do que a proposta de valor mais alto.

A partir desse momento, o participante que oferecer o maior valor ao lote, será o arrematante.

Como consultar os produtos que serão leiloados?

Todos os produtos poderão ser consultados diretamente no Portal de sistema de leilão eletrônico no site oficial da Receita Federal.

Neste portal é possível verificar os próximos editais, os que estão abertos para propostas, filtrar os disponíveis para pessoas físicas ou jurídicas, segmentar por UF e tipo de lote.

portal da receita federal
Fonte: print feito diretamente no Portal da Receita Federal em junho/2020

Ao acessar um Edital, será possível ver quais são os produtos que estão sendo leiloados. Além disso, dá para verificar se o lote é permitido para pessoas físicas ou jurídicas.

Repare que todas as linhas existe um bonequinho que indica quem pode participar. O bonequinho sozinho significa que somete pessoa jurídica pode participar e os dois bonequinhos juntos significam que pessoa física e/ou jurídica podem participar. Veja:

Também dá para conferir onde será o endereço do leilão e se o mesmo será presencial ou online.

Onde e quando são feitos os leilões?

Os leilões são feitos em várias cidades do Brasil e só podemos afirmar um local, quando a própria Receita Federal publica o Edital.

O que podemos ressaltar é sempre existem leilões, basta ficar de olho no site da instituição para conseguir encontrar um próximo a sua localização.

Entrega do produto e garantia

Como já foi mencionado anteriormente, existe o leilão online e presencial. Muitas pessoas acabam se confundindo achando que na categoria online, o produto arrematado é enviado para o seu endereço. Seria muito bom, mas isso não acontece.

O comprador é o único responsável pela retirada do bem do local onde ele se encontra. Sendo assim, a Receita Federal não se compromete com nenhum tipo de frete.

No Edital do Leilão existem as informações de endereço do bem, local da retirada e como vai funcionar para que o comprador busque o bem.

Além disso, tem a questão da garantia. Os bens são leiloados exatamente no estado em que se encontram, por isso a Receita Federal não oferece nenhum tipo de garantia que o produto vai estar funcionando adequadamente. Não é possível devolver um produto que não está funcionando.

Quais são os produtos que mais aparecem no leilão da Receita Federal?

Lembra do título desse artigo? “Compre quase tudo” e é exatamente isso, nos leilões da Receita Federal dá para encontrar de tudo um pouco.

Ao consultar um Edital disponibilizado em julho/2020 encontramos: carros, mesa digitalizadora, Iphone 6 Plus 16GB, perfumes, Playtation 4, relógio de pulso, console Xbox, mobile game, patinete, farol de milha, alto-falante, Apple Tv, taco de sinuca, barco a motor, kit de maquiagem, semi-reboque e muito, mas muito mais mesmo.

Como foi possível ver, sempre dá para encontrar de tudo. Mas o fato é que na maioria das vezes os celulares modernos são os mais encontrados.

Um fator que acaba atraindo bastante a atenção das pessoas são os preços bem abaixo do mercado, como por exemplo:

Lote com: Iphone XS Max 512GB, Apple Watch serie 5 4MM, perfume Mont Blanc Emblem 75ml, perfume Mont Blanc Emblem Elixir 75ml, perfume 212 Sexy, perfume 212 VIP e uma boneca Kaydora por um lance mínimo de R$1300 (sim, é tudo isso).

Como funciona a organização dos lotes?

Um lote pode ser um conjunto de produtos ou apenas um único produto. O fato é que quem se interessar por um produto, deverá ter que fazer o lance pelo lote inteiro.

Dessa forma, se o interessado (a) gostou de um MacBook, mas no lote tem um Iphone e um um Chromecast, o valor do lance deverá ser feito para os três itens deste lote.

A menos que item esteja sendo leiloado de forma individual, não há como escolher quais unidades serão compradas de forma individual.

A ideia da Receita Federal é não ficar com produtos encalhados, por isso alguns itens são colocados a venda junto de outros que são mais procurados. Por isso no exemplo acima vimos um Iphone e um Apple Watch junto com perfumes e boneca.

Vale a pena participar?

O leilão da Receita Federal pode proporcionar um ótimo negócio, assim como também pode gerar um péssimo negócio. Por esse motivo é muito importante ficar atento a alguns fatores.

  • Ler o Edital de Leilão

Sempre consulte o Edital de Leilão, é nele que existem as informações mais importantes sobre o evento. É preciso conferir o local da retirada do bem. Pense que de nada adianta encontrar um lote incrível vendendo um Iphone, se o bem o está em São Paulo e o interessado (a) em Natal. As vezes o custo para ir buscar esse produto acaba inviabilizando o negócio.

  • Pesquisar antes de realizar o lance

Pesquise bastante sobre os produtos disponíveis, porque lembre-se de que não existe garantia. Então para valer a pena o risco, é fundamental conseguir o menor preço possível.

  • Tenha um valor limite em mente

Leilões sempre acabam mexendo com o emocional de quem quer ganhar, mas nunca faço isso a qualquer custo. Antes de começar a fazer a sua primeira proposta, já tenha em mente o valor máximo do lance que será oferecido.

Se o lance atual ultrapassar o seu limite, deixe para arrematar outro bem. Outras possibilidades vão aparecer.

Como fazer o pagamento do lote arrematado?

O comprador deverá fazer a emissão de uma DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) e terá duas possibilidades de pagamento:

  • Pagar o valor integral do bem arrematado um dia útil após o leilão;
  • Pagar 20% do valor total do bem no um dia útil após o leilão e 80% do valor após 8 dias corridos.

A DARF só pode ser paga através da rede bancária, podendo ser feita de maneira presencial ou online através do Internet Banking.

É muito importante saber que quem arremata um bem no leilão da Receita Federal e não faz o pagamento da DARF, recebe multa e os produtos são levados a leilão novamente.

Gostou do artigo?

Caso queira sugerir algum tema para ser abordado, entre em contato com a nossa equipe. Nos acompanhe também no FacebookInstagram e no Twitter 😁

* Todas as informações contidas nesse artigo foram retiradas diretamente do site oficial da Receita Federal em julho/2020.

* Imagem por Canva.

CRLV Digital

CRLV Digital: Veja como utilizar o documento do veículo no celular

Consultar situação do veículo no Detran MG

Consultar situação do veículo no Detran MG: Saiba como conseguir