Leilão de moto online: O que é e como funciona

Com certeza muitas pessoas gostariam de saber como participar de um leilão de moto online.

Até porque através desse evento é possível adquirir uma moto com valor que pode chegar até 60% a menos do que o praticado no mercado.

Sabemos que cada vez mais o interesse por esse assunto tem aumentado, não é atoa que a maior parte dos nossos leitores realizam perguntas exatamente sobre esse assunto.

Mas afinal o leilão tradicional e o online tem alguma semelhança? Vale a pena participar de um ou de outro? Todas essas perguntas e muito mais serão respondidas hoje.

O que é o leilão de moto online?

Leilão de moto online

Há quem já tenha participado de leilões presenciais ou pelo menos tem uma ideia de como funciona esse tipo de compra e venda de motos e bens num geral.

Basicamente uma moto é oferecida como bem a ser leiloado e os participantes oferecem lances que vão aumentando de forma gradual, até que num dado momento os outros participantes deixam de incrementar os lances e assim, temos um comprador: aquele que ofereceu o maior lance.

ANÚNCIO

Dessa forma podemos entender que o leilão de moto online é exatamente o mesmo leilão que já estamos acostumados, mas a sua diferença é a possibilidade de realizar lances e arrematar o bem mesmo estando de casa, pois tudo pode ser feito através do site do leiloeiro.

Quais as vantagens do leilão de moto online em comparação com o tradicional?

Existem pessoas que ainda gostam de participar de forma presencial nos leilões, mas cada vez mais o leilão online ganha adeptos. Confira algumas vantagens que merecem ser destacadas:

Emoção do momento

Só quem participou de um leilão presencial sabe como é a emoção do momento e muitos participantes acabam extrapolando os seus limites em razão disso.

Acabam se deixando levar pelo momento e fazem negócios não tão bons assim. Geralmente esse erro pode ser causado pela ganância de querer ser simplesmente o arrematante do bem.

Dessa forma, o leilão online trouxe a realidade dos participantes realizarem seus lances de casa, num ambiente mais calmo, onde é possível organizar as ideias e os limites com mais tranquilidade.

Liberdade geográfica

Pessoas de qualquer lugar do Brasil podem se cadastrar nos leilões online, pois não há limite geográfico para a participação e a realização de lances.

Sendo assim, um interessado que mora em Natal – RN pode participar de um leilão de moto online em São Paulo capital, por exemplo.

Isso aumenta as chances de encontrar um bom negócio, pois as possibilidades se estendem por todo o país.

Facilidade de utilizar a plataforma online

O site do leiloeiro responsável ou a plataforma de leilão, como também é chamada, é bastante simples de ser utilizada e até mesmo intuitiva.

Outro ponto legal, é que a forma de realizar os lances é praticamente igual em todos os sites, dessa forma nenhum participante vai encontrar dificuldade na hora de se cadastrar ou arrematar uma moto.

Como recolher uma moto que foi arrematada em outro estado brasileiro?

Entendemos que bons negócios podem estar distante do endereço de muitos interessados no leilão de moto, mas para tudo existe uma solução.

Quem não puder ou simplesmente não quiser ir até o local onde a moto se encontra para fazer a sua retirada, pode contratar os serviços de uma transportadora de veículos.

Geralmente os pátios não autorizam que os veículos fiquem por muito tempo lá, já que isso pode gerar ainda mais encargos para o comprador, então o que muitos arrematantes fazem é contratar uma transportadora.

Pode ser uma boa alternativa, desde que todos os custos da compra sejam colocados na ponta do lápis.

Uma dica para quem quer comprar motos de leilão: estabeleça um orçamento limite para os gastos com o bem, incluindo até mesmo o transporte.

De maneira geral, por que existem leilões de moto?

Seja os leilões presenciais ou onlines, por que eles existem? Há quem seja contra os leilões de veículos, mas vamos entender melhor como esses bens chegam nesse estágio.

As motos podem ser apreendidas por parte da Receita Federal, por autoridades de trânsito ou também pelos bancos. Mas será que dessa forma o Governo e os bancos não estão tomando o bem dos cidadãos brasileiros?

A resposta é não!

Muitos veículos são apreendidos em razão de determinação judicial; mas também pode existir alguma irregularidade que foi identificada por um agente de trânsito ou policial; além do fato dos bancos realizarem a recuperação de veículos onde os seus ex proprietários não pagaram as parcelas do financiamento em dia.

Moto de leilão pode rodar?

Uma pergunta que acaba gerando muitas ideias controversas é se a moto de leilão pode rodar outra vez ou não e a resposta é: SIM!

A moto arrematada de leilão pode voltar a ser utilizada normalmente após o comprador realizar todas as suas regularizações.

Inclusive nós já fizemos um artigo explicando sobre o fato das motos podem voltar a rodar normalmente. Dessa forma, quem diz o contrário na verdade só não tem conhecimento em relação a verdade sobre esse assunto.

Gostou do artigo?

Aproveite  também e nos acompanhe no Facebook e no Instagram.

* Imagem por Canva.

Importante: Este site faz uso de cookies para que você tenha uma melhor experiência. Conheça nossa nova Política de Privacidade.
Scroll to Top