Leilão de moto usada em 2020

Pode participar do leilão de moto usada as pessoas físicas e as pessoas jurídicas.

Sabemos que os nossos leitores adoram saber mais sobre os leilões, por isso hoje vamos falar sobre as motos que podem ser encontradas no leilão.

Seja para uso pessoal, para revenda ou até mesmo para a venda de peças de sucata, o leilão de moto usada pode ser bastante interessante, já que alguns arrematantes conseguem adquirir boas motos com até 60% a menos que o valor da tabela FIPE.

Um ponto muio importante que já queremos adiantar é que as motos de leilão podem rodar sim e podem ser utilizadas normalmente. Mas para entender melhor essa questão vamos entender primeiro os tipos de motos que poderão ser encontradas neste evento.

Tipos de veículos encontrados no leilão de moto usada

Motos conservadas

São as motos que o arrematante poderá utilizar novamente sem nenhum tipo de problema.

É claro que é muito importante ter a noção de que não há como garantir que a moto vai estar funcionando na sua capacidade plena, já que a maior parte fica várias semanas paradas no pátio até o dia do leilão.

ANÚNCIO

Mesmo sendo motos conservadas, alguns reparos sempre precisam ser feitos, inclusive para a própria segurança do piloto.

Motos sucatas

São motos que não vão poder a circular outra vez. Isso pode acontecer porque as mesmas estão batidas ou até mesmo se a identificação não puder ser demonstrada.

Dessa forma, são motos que não possuem direito a documentação.

Vale ressaltar que somente as pessoas jurídicas poderão arrematar as motos sucatas. É preciso estar no ramo do comércio de peças usadas. A lei que faz a regulamentação dessa situação é a Lei n° 12.977, de 20 de maio de 2014.

As motos sucatas ainda são subdividas em:

Sucatas aproveitáveis

A placa e o chassi precisam ser inutilizados, mas as peças de modo geral poderão ser reaproveitadas em outra moto.

Sucatas inservíveis

São aquelas que tiveram a lataria prensada ou triturada.

Sucatas aproveitáveis com motor sensível

As peças poderão ser aproveitas em outro moto, mas o motor não poderá ser reaproveitado. É preciso inutilizar a placa e chassi que conste o número de identificação do veículo.

Dica: todo leilão possuí o direito a visitação para inspeção da moto. Assim, é interessante e totalmente indicado que diante do interesse de participar do leilão de moto usada, seja do Detran ou de financeiras, que a visitação seja feita. É uma forma de ver as condições da moto e analisar se realmente vale a pena realizar os lances para o bem.

Gostou do artigo?

Aproveite  também e nos acompanhe no Facebook e no Instagram.

* Imagem por Canva.

8 thoughts on “Leilão de moto usada em 2020”

    1. Giovana Fernandes

      Olá, todas as informações de como participar de leilões de veículos estão no artigo 😀

Comments are closed.

Importante: Este site faz uso de cookies para que você tenha uma melhor experiência. Conheça nossa nova Política de Privacidade.
Scroll to Top